---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Comunicação
SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO DISCUTE CURRÍCULO E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS

Publicado em 23/10/2019 às 16:27 - Atualizado em 23/10/2019 às 16:27

O Secretário de Educação de São Carlos Sadi Baron, juntamente com a Coordenadora Educacional da Secretaria de Educação Janete Maria Sander Giongo estão participando, de 22 a 24 de Outubro do 3° Seminário de Educação na Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí – AMMVI, em Blumenau-SC.

Para o Secretário falou da importância de participar deste seminário estadual da União dos Dirigentes Municipais de Educação - UNDIME. “Sabemos que a educação é um grande desafio e é uma aprendizagem diária. Já levamos nossos gestores em outro evento em Florianópolis onde foram discutidas as tecnologias na educação; e este evento aqui em Blumenau está discutindo a questão pedagógica. Para nós é muito importante discutirmos o futuro da educação em especial, como nossos professores, gestores, enfim, as secretarias municipais tratarão a questão do futuro da educação. Novos desafios estão chegando; nossos alunos mudaram e nossas escolas precisam mudar. Estes eventos como este seminário, são de fundamental importância para podermos também, adotar em nossos municípios novas ações que possam cada vez mais melhorar a qualidade da educação. Quem ganha é o município, os pais e os alunos que é o nosso grande objetivo. Estamos felizes, pois São Carlos está sempre inovando na educação do nosso município”, comentou Baron.

A presidente da UNDIME-SC e da Região Sul, Patrícia Lueders, falou com muito entusiasmo e em forma de agradecimento pela participação de São Carlos neste 3° Seminário de Educação. ”É de suma importância o tema deste encontro que é “Inovação em Educação: do Currículo ás Práticas Pedagógicas”. Vemos a importância da tecnologia e do novo currículo, pois não tem como não ter uma mudanças nas nossas escolas se as nossas crianças e adolescentes não são os mesmos de alguns anos atrás. Queremos parabenizar aos municípios que se permitem estar no Seminário para estar ampliando seu repertório cultural, cientifico e artístico. Temos grandes desafios pela frente. A nossa preocupação maior é o FUNDEB que está com sua data limite no próximo ano, a luta também, pela falta de recurso do governo federal onde cada vez mais a fatia menor fica pro município, e a gente tem que estar pagando aquilo que o governo federal não encaminha. Prova disso, são as manobras que os prefeitos e secretários tem que fazer para manter uma educação de qualidade sem recurso o recurso do governo federal”, concluiu.

 


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar