---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Concursos

EDITAL DE PROCESSO SELETIVONº 009/2019

Informações Básicas

Data do Concurso: 27 dez 2019
Publicado

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 009/2019

 

                                      O MUNICÍPIO DE SÃO CARLOS faz saber a quem possa interessar que realizará PROCESSO SELETIVO para a ADMISSÃO EM CARÁTER TEMPORÁRIO e formação de CADASTRO DE RESERVA de excepcional interesse público, o qual reger-se-á pela Lei Complementar Municipal nº 09/2013 e alterações, Lei Complementar Municipal nº 002/2018 e alterações, instruções especiais contidas neste Edital e demais disposições legais vigentes.

 

 

1. DO CRONOGRAMA

 

DATA

ATO

13/12/2019

Publicação do Edital

13/12/2019 á 17/12/2019

Período de Inscrições e Prova de Título (Apresentação de Comprovação de Tempo de Serviço)

17/12/2019 a partir das 17h30

Divulgação das Inscrições

18/12/2019 até às 11h30

Período para recurso das inscrições indeferidas

18/12/2019 a partir das 13h30

Homologação das Inscrições

18/12/2019 a partir das 13h30

Ensalamento

19/12/2019 às 19h

Realização da Prova Escrita

20/12/2019

Divulgação do Gabarito da Prova Escrita

23/12/2019

Divulgação do Resultado da Prova Escrita e de Títulos

23 à 26/12/2019

Período para Recurso da Prova Escrita

27/12/2019

Homologação do Resultado Final

 

 

1.1. O cronograma é uma previsão e poderá sofrer alterações, dependendo do número de inscritos e de recursos, intempéries e por decisão da Comissão de Coordenação e Fiscalização do Processo Seletivo, nomeada pelo Decreto 148/2019, sendo de responsabilidade do candidato acompanhar suas alterações nos meios de divulgação do certame.

 

 

2. DOS CARGOS E DAS VAGAS

 

 

2.1. Quadro de cargos, vagas, carga horária semanal, habilitação mínima e salário:

CARGO

VAGAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL

HABILITAÇÃO MÍNIMA

SALÁRIO R$

Monitor de Teatro

Habilitado

(Atividades com grupos no PAIF e no SCFV)

CR

20h

Habilitado - Licenciatura em Artes ou Pedagogia.

1.462,39

Monitor de Teatro

Não-habilitado

(Atividades com grupos no PAIF e no SCFV)

Não-habilitado - Cursando Licenciatura em Artes ou Pedagogia.

995,39

Monitor de Artesanato - Habilitado

(Atividades com grupos no PAIF e no SCFV)

CR

20h

Habilitado - Licenciatura em Artes.

1.462,39

Monitor de Artesanato - Não-habilitado

(Atividades com grupos no PAIF e no SCFV)

Não-habilitado - Cursando Licenciatura em Artes, ou possuir qualificação comprovada na área.

995,39

Monitor de Atividade Física

(dança/ginástica laboral/atividades com grupos de PAIF e no SCFV)

CR

20h ou 40h

Habilitado em Licenciatura ou Bacharel em Educação Física com Registro no Órgão fiscalizador da Profissão

1.462,39 - 2,924,78

Monitor de Atividade Física

(dança/ginástica laboral/atividades com grupos de PAIF e no SCFV) - Não habilitado

Não-habilitado- Cursando e Frequentando Licenciatura ou Bacharel em Educação Física.

995,39 - 1.990,78

Monitor de Informática

Habilitado

(Atividades com grupos no PAIF e no SCFV)

CR

20h

Habilitado - Bacharel em Sistemas de Informação

1.462,39

Monitor de Inglês

Habilitado

(Atividades com grupos  no SCFV)

CR

10h

Habilitado -  Licenciatura em Letras - Inglês

1.462,39

Monitor de Música

(Atividades com grupos no SCFV)

CR

20h ou 30h

Graduação em nível superior em qualquer área. Registro na OMB - Ordem dos Músicos do Brasil

1.462,39 - 2.193,58

Monitor de Judô

Habilitado

(Atividades com grupos no SCFV)

CR

20h

Registro no Cadastro Nacional de Graduações da Liga Nacional de Judô-Brasil e registro no órgão fiscalizador.

1.462,39

Pedagogo

(Atividades com grupos no PAIF e no SCFV)

CR

40h

Habilitado -  Licenciatura plena completa em Pedagogia

2,924,78

 

2.2. Os candidatos que integrarem a lista de aprovados deverão manter seus endereços e contatos atualizados no setor de Recursos Humanos da prefeitura durante todo o período de validade do Processo Seletivo sob pena de perda da classificação.

 

2.3. As vagas serão preenchidas de acordo com a ordem de classificação e necessidade de cada órgão ou secretaria do município.

2.3.1. O candidato aprovado no presente Processo Seletivo deverá acompanhar, através dos meios de comunicação da administração municipal, as vagas que possam surgir durante o período de validade do Processo Seletivo.

 

2.4. É de inteira responsabilidade, do candidato, acompanhar pela internet, as publicações de todos os atos e Editais relativos ao Processo Seletivo, inclusive alterações que porventura ocorram durante a realização do mesmo até sua homologação final.

 

2.5. Para a investidura no cargo, o candidato aprovado deverá, obrigatoriamente, preencher os requisitos a seguir:

2.5.1 - Ter nacionalidade brasileira ou equivalente;

2.5.2 - Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos, exceto para o cargo de estagiário;

2.5.3 - Ter aptidão física, mental e psicológica, demonstrada por atestado médico e dos demais documentos de que trata este Edital, os quais são de responsabilidade do candidato;

2.5.4 - Comprovar habilitação mínima exigida pelo Edital;

2.5.5 - Carteira de Identidade;

2.5.6 - Cadastro de Pessoa Física – CPF;

2.5.7 - Título de Eleitor e certidão de quitação eleitoral;

2.5.8 - Carteira de Reservista ou equivalente (somente para os candidatos do sexo masculino);

2.5.9 - Comprovante de escolaridade e da formação exigida para o cargo;

2.5.10 - Certidão de nascimento dos filhos menores de 21 anos;

2.5.11 - Certidão de nascimento;

2.5.12 - Certidão de casamento ou união estável;

2.5.13 - PIS/PASEP (frente e verso);

2.5.14 - Declaração de bens ou cópia da declaração do Imposto de Renda;

2.5.15 - Declaração de não possuir acúmulo de cargo ou função pública, exceto os previstos em Lei;

2.5.16 - Cópia da Carteira de Trabalho;

2.5.17 - Comprovante de endereço;

2.5.18 – Carteira Nacional de Habilitação para o cargo de Agente de Endemias;

2.5.19 - Demais documento que o município vier a exigir.

 

2.6 A admissão dos candidatos aprovados no Processo Seletivo dar-se-á conforme a Legislação vigente na instituição na data da admissão.

 

 

3. DAS INSCRIÇÕES

 

3.1 A participação neste Concurso iniciar-se-á pela inscrição, que deverá ser efetuada no prazo e condições estabelecidas neste edital.

 

3.2. A inscrição será efetuada apenas na sede do Município, na Secretaria Municipal de Assistência e Promoção Social (CRAS/Casa da Cultura, Rua La Salle, 186, centro, São Carlos/SC, CEP 89.885-000) onde terá acesso ao Edital e seus Anexos, à ficha de inscrição e aos procedimentos necessários à efetivação da inscrição.

3.2.1. Antes de efetuar a inscrição o candidato deverá ler atentamente o Edital e seus Anexos para certificar-se de que possui todas as condições e pré-requisitos para inscrição.

 

3.3. O candidato deverá preencher integralmente o requerimento de inscrição.

 

3.4. O candidato deverá acompanhar este Edital, bem como a publicação da relação de candidatos inscritos para confirmar o processamento de sua inscrição.

 

3.5. A inscrição do candidato implicará a tácita aceitação das condições estabelecidas neste Edital bem como em eventuais aditamentos, comunicações, instruções e convocações relativas ao certame, que passarão a fazer parte do instrumento convocatório como se nele estivessem transcritos e das quais não poderá alegar desconhecimento.

 

3.5.1. Ao se inscrever o candidato concorda com o acesso por terceiros, por qualquer meio, dos seus dados de identificação, títulos apresentados, resultados das avaliações a que for submetido e classificação no presente Concurso.

 

3.6. As informações prestadas no requerimento de inscrição são de total responsabilidade do candidato e, se falsas ou inexatas, determinarão o cancelamento da inscrição e a anulação de todos os atos dela decorrentes mesmo que o candidato tenha sido aprovado e/ou que o fato seja constatado posteriormente.

 

4. DAS VAGAS PARA PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS

 

4.1. Às pessoas com deficiência, é assegurado o direito de inscrição no presente Concurso, para os cargos cujas atribuições sejam compatíveis com a deficiência de que são portadores, num percentual de 5% (cinco por cento) do total das vagas oferecidas para cada cargo, de acordo com o art. 37, inciso VIII da Constituição Federal.

4.1.1. Para os cargos aprovados nesta condição, a aplicação do percentual de 5% não resulta a oferta imediata de vagas.

 

4.2. Ao inscrever-se nessa condição, o candidato deverá escolher o cargo a que concorre e marcar a opção “Pessoas com Deficiência”, bem como deverá encaminhar até o último dia de inscrições o original ou cópia autenticada em cartório do laudo médico atestando a espécie e o grau ou nível, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, bem como a provável causa da necessidade especial e a caracterização das anomalias impeditivas ao exercício regular dos cargos emitido nos últimos 12 meses.

 

5. DAS PROVAS

 

5.1. O Processo Seletivo reger-se-á de prova escrita objetiva de conhecimentos e prova de títulos para todos os cargos.

5.2 PROVA OBJETIVA (PO) de múltipla escolha, com 1 (uma) única alternativa correta, de classificatório, visa avaliar os conhecimentos indispensáveis ao exercício das atribuições dos cargos oferecidos pelo presente edital e versará sobre os conteúdos programáticos indicados no Anexo I.

5.2.1. A prova objetiva será de caráter classificatório.

5.2.2. A prova objetiva terá pontuação de 0,00 (zero) a 10,0 (dez), utilizando-se 02 (duas) casas decimais após a vírgula, cuja nota será obtida mediante ao cômputo de acertos, tendo em vista que cada questão valerá o disposto no item 5.3.

 

5.3. A prova objetiva para todos os cargos será realizada na data de 19 de Dezembro de 2019, no município de São Carlos/SC, na UNOPAR - Universidade Norte do Paraná - Pólo São Carlos, Rua do Comércio, 300, no auditório, primeiro andar, Centro, considerando os seguintes horários:

EVENTO

HORÁRIO

Início da prova

19:00

Final da prova. Entrega obrigatória do cartão resposta.

21:00

 

5.3. A Prova Objetiva será composta do seguinte programa de provas:

 

 

PROVA OBJETIVA

DISCIPLINAS

NÚMERO DE QUESTÕES

VALOR DE CADA QUESTÃO

TOTAL POR TIPO DE PROVA

 

Conhecimentos Básicos

Língua Portuguesa

 

10

 

0,50

 

5,00

 

 

Matemática

10

 

0,50

5,00

 

TOTAL

20

10,00

Para o Cargo de Monitor de Teatro, Monitor de Artesanato, Monitor de Atividade Física, Monitor de Informática, Monitor de Inglês, Monitor de Música, Monitor de Judô e Pedagogo.

 

 

5.4. Normas para ingresso e prestação da Prova Objetiva

5.4.1. O candidato deverá comparecer no local da prova portando, obrigatoriamente, documento de identidade e caneta esferográfica com tinta azul ou preta.

5.4.1.1. São considerados documentos de identidade: carteiras expedidas pelos Comandos Militares, pelas Secretarias de Segurança Pública, pelos Institutos de Identificação e pelos Corpos de Bombeiros Militares; carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (Ordens, Conselhos, etc.); passaporte brasileiro, certificado de reservista, carteiras funcionais do Ministério Público; carteiras funcionais expedidas por órgão público que, por Lei Federal, valham como identidade; carteira de trabalho; carteira nacional de habilitação (somente o modelo aprovado pelo artigo 159 da Lei Federal nº 9.503, de 23 de setembro de 1997);

5.4.1.2. Não serão aceitos como documentos de identidade: certidões de nascimento, títulos eleitorais, carteiras de motorista (modelo antigo), carteiras de estudante, carteiras funcionais, CPF, ou qualquer outro documento sem valor de identidade, bem como documentos ilegíveis ou não identificáveis.

 

5.5. Durante a realização da prova não será permitido ao candidato sob pena de ser excluído do Concurso:

5.5.1. Comunicar-se com os demais candidatos ou pessoas estranhas ao Concurso, bem como consultar livros ou apontamentos;

5.5.2. Ausentar-se do recinto, a não ser momentaneamente, em casos especiais e na presença de fiscal;

5.5.3. Fazer uso de telefone celular, relógios ou qualquer outro equipamento eletrônico ou de comunicação;

5.5.4. Os pertences do candidato, inclusive aparelhos eletrônicos (desligados) deverão ser depositados na sala de provas, em local e na forma indicados pelo fiscal;

5.5.5. O uso de qualquer material, objeto ou equipamento não permitido no local da prova, corredores ou banheiros, implicará na exclusão do candidato do Concurso, sendo atribuída nota zero à prova objetiva.

5.5.6. Ter comportamento agressivo e descortês com qualquer pessoa envolvida na aplicação das provas.

5.5.7. O candidato que tumultuar, interromper ou prejudicar de alguma forma a aplicação da prova, será desclassificado do Concurso.

 

5.6. O candidato poderá, para atender às normas de segurança, ser filmado, fotografado e/ou submetido à revista pessoal e/ou de seus pertences, inclusive com detector de metais, à varredura eletrônica e/ou identificação datiloscópica.

 

5.7. Em hipótese alguma haverá segunda chamada, após o horário de início da prova nem a realização de prova fora do horário e local marcado para todos os candidatos;

 

5.8. Os envelopes contendo as provas serão abertos por 3 (três) candidatos, que comprovarão os respectivos lacres e assinarão, juntamente com o fiscal, o termo de abertura dos mesmos;

 

5.9. O candidato receberá, para realizar a prova, um caderno de questões e um cartão-resposta para cada cargo inscrito, sendo responsável pela conferência dos dados e pela verificação se o caderno de questões está completo, sem falhas de impressão e se corresponde ao cargo para o qual se inscreveu.

5.9.1. O caderno de questões é o espaço no qual o candidato poderá desenvolver todas as técnicas para chegar à resposta adequada, permitindo-se o rabisco e a rasura em qualquer folha, EXCETO no CARTÃO-RESPOSTA.

5.9.2. A ocorrência de qualquer divergência deve ser comunicada imediatamente ao fiscal de sala;

5.9.3. Não serão substituídos os cartões por erro do candidato, tendo em vista sua codificação, nem atribuídos pontos às questões não assinaladas, ou marcadas com mais de uma alternativa, emendas ou rasuras, a lápis ou com caneta esferográfica de tinta com cor diversa das estabelecidas ou em desacordo com as instruções contidas no caderno de provas e ou cartão resposta;

5.9.4. A correção das provas será feita manualmente, sendo o CARTÃO-RESPOSTA o único documento válido e utilizado para esta correção. Este deve ser preenchido com bastante atenção. O candidato é o único responsável pela entrega do mesmo devidamente preenchido e assinado. A não entrega do cartão de respostas implicará na automática eliminação do candidato do certame.

5.9.5. Serão considerados sem efeito, os cartões-resposta entregues sem a assinatura do candidato.

 

5.10. Ao terminar a prova, o candidato entregará ao fiscal de sala o cartão-resposta devidamente preenchido e assinado.

5.10.1. Após a realização da prova, o candidato deverá afastar-se imediatamente do local sob pena de desclassificação. O candidato que não concluiu a prova não poderá comunicar-se com os candidatos que já a efetuaram;

 

5.11. No local da prova, os 3 (três) últimos candidatos permanecerão até o último concluir, os quais assinarão o termo de encerramento, juntamente com os fiscais, e efetuarão a conferência dos cartões-resposta, cujas irregularidades serão apontadas no referido termo;

5.11.2. Os envelopes contendo os cartões-resposta serão entregues, pelos fiscais, ao representante da Comissão Executora do Concurso.

 

5.12. Na hipótese de ocorrer anulação de questões, as mesmas serão consideradas como respondidas corretamente por todos os candidatos.

 

5.13. No caso de troca de gabarito, por erro ou falha de digitação na indicação da resposta correta no gabarito provisório, a resposta será corrigida no gabarito final.

 

6 DA PROVA DE TÍTULOS

 

6.1 A pontuação máxima na prova de títulos será de 1,00 (um) ponto, tendo caráter unicamente classificatório e será somada à da prova escrita para obtenção da nota final do candidato.

 

6.2 A pontuação na prova de títulos será constituída por 1,00 (um) ponto pela análise de Comprovação de Tempo de Serviço na Área de Assistência Social por pelo menos seis meses, com data fim em 13/12/2019.

 

6.2.1 A prova de títulos será realizada na mesma data e horário do período de inscrições para o processo seletivo, no ato da inscrição do candidato.

 

6.2.2 Não serão aceitos Comprovantes de Tempo de Serviço entregues por quaisquer outros meios ou datas, sendo que os intempestivos serão desconsiderados.

 

6.2.3 Os documentos apresentados não serão devolvidos em nenhuma hipótese.

 

7. DAS NOTAS, DO CRITÉRIO DE DESEMPATE E DA CLASSIFICAÇÃO

 

7.1.  A nota final será expressa de 0,00 (zero vírgula zero) a 11,00 (onze vírgula zero) pontos,  calculada com base na seguinte fórmula: NF = NPE + NPT

 

Onde: NF = Nota final

NPE = Nota da prova escrita

NPT = Nota da prova de títulos

 

7.2. Ocorrendo empate na classificação final, dar-se-á preferência, pela ordem, ao candidato:

 

7.2.1. Maior nota na prova de títulos;

7.2.2. Com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, completados até o último dia da inscrição neste Concurso, de acordo com o previsto no parágrafo único do art. 27 da Lei Federal nº 10.741, de 1º de outubro de 2003 e alterações – Estatuto do Idoso;

Para os demais casos, será:

7.2.3. Que tiver maior idade.

 

7.3. Persistindo o empate entre os candidatos, depois de aplicados os critérios acima, o desempate se dará através de sorteio.

 

8  DOS RECURSOS

 

8.1. Serão admitidos os seguintes recursos:

8.1.1. Do não deferimento do pedido de inscrição;

8.1.2. Da formulação das questões e da discordância com o gabarito da prova;

8.1.3. Da nota da prova objetiva;

8.1.4. Da classificação Provisória.

 

9. DA VALIDADE DO CONCURSO E DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

 

9.1. Este Processo Seletivo terá validade até 01 (um) ano a contar de sua homologação final, podendo ser prorrogado uma vez por igual período.

 

9.2. Os candidatos aprovados serão admitidos, obedecendo-se rigorosamente a ordem de classificação obtida.

 

9.3. A aprovação e classificação neste Processo Seletivo não asseguram ao candidato o direito de ingresso imediato e automático no quadro da administração direta do Município, sendo que a admissão é de competência do Município, dentro da validade do Processo Seletivo ou de sua prorrogação, observada a ordem de classificação dos candidatos e das condições estabelecidas neste Edital.

 

9.4. É de responsabilidade do candidato acompanhar a publicação dos atos de convocação e manter atualizado seus dados, endereço e telefones de contatos.

 

9.5. As providências e atos necessários para a convocação, nomeação e posse dos candidatos aprovados/classificados e habilitados são de competência e responsabilidade do Município.

 

9.6. A comunicação para admissão neste Processo Seletivo será publicada no Município e realizada individualmente e diretamente ao candidato obedecendo-se rigorosamente a ordem de classificação.

 

9.7. Caso o candidato admitido para assumir o cargo não preencha os requisitos para a posse, ou por qualquer motivo, venha a desistir do mesmo, ou ainda não compareça para assumir a vaga no prazo de até 03 (três) dias, será convocado o próximo candidato classificado, seguindo a ordem final de classificação para o respectivo cargo e o candidato será automaticamente eliminado deste Processo Seletivo.

 

10. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

 

10.1. A lista de inscritos, o gabarito da prova objetiva, a lista de classificados e decisões resultantes de recursos e demais atos provenientes deste Edital de Concurso, serão publicados no quadro de publicações oficiais do Município de São Carlos e no sítio www.saocarlos.sc.gov.br.

 

10.2. Itens deste Edital poderão sofrer eventuais alterações, atualizações ou acréscimos, circunstâncias que serão mencionadas em Editais devidamente publicados.

 

10.3. Os casos omissos serão resolvidos pelas Comissões do Concurso, sendo a Comissão Executora competente também para julgar, em decisão irrecorrível e soberana, quaisquer que sejam os recursos interpostos pelos candidatos.

10.4. São parte integrante do presente edital:

10.4.1. ANEXO I - Conteúdo Programático;

10.4.2. ANEXO II - Ficha de Inscrição;

10.4.3. ANEXO III - Atribuições;

 

 

Prefeitura Municipal de São Carlos, em 13 de Dezembro de 2019.

 

 

 

                                                       RUDI MIGUEL SANDER

Prefeito Municipal

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANEXO I

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PARA TODOS OS CARGOS

 

LÍNGUA PORTUGUESA: Classes de palavras, ortografia, vícios de linguagem, uso dos porquês, acentuação gráfica, sujeito e predicado, frases, oração e período, objeto direto e indireto, sinais de pontuação, uso do hífen, plural e singular, sinônimo e antônimo, polissemia, O verbo – Estrutura do período, da oração e da frase, Ortografia, acentuação e pontuação, Denotação e conotação, Fonologia, Classes Gramaticais, Formação de Palavras.

.

 

MATEMÁTICA: Sistemas de equações, funções de 1º e 2º graus, logaritmos, progressão aritmética, geométrica, matemática financeira, relações métricas no triângulo retângulo, matrizes, determinantes, análise combinatória, probabilidade, estatística, área das figuras planas, geometria espacial, Conjuntos numéricos e suas operações; Sistemas de Medidas: comprimento, área, volume, capacidade volumétrica, massa; Regra de Três (simples, composta, diretamente proporcional e inversamente proporcional), razões e proporções.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 ANEXO II

 

         PROCESSO SELETIVO 009/2019

FICHA DE INSCRIÇÃO Nº ____

 

NOME:­­­­­­­­­­­­­ _______________________________________________________

CPF: ___________________ DATA DE NASCIMENTO ___/___/______

RG: ____________________ÓRGÃO EXPEDIDOR: ____________________

ENDEREÇO: ___________________________________________________

BAIRRO: ___________________ CIDADE: ___________________ UF: ____

TELEFONE: ___________________E-MAIL___________________________

 

(   ) MONITOR DE TEATRO

(   ) MONITOR DE ARTESANATO

(   ) MONITOR DE ATIVIDADE FÍSICA

(   ) MONITOR DE INFORMÁTICA

(   ) MONITOR DE INGLÊS

(   ) MONITOR DE MÚSICA

(   ) MONITOR DE JUDÔ

(   ) PEDAGOGO

 

(   ) Pessoa com deficiência

 

 

­­­­­___________________________             _______________________________

(Assinatura do Candidato)                          (Assinatura do Membro da Comissão)

 

 

 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 

ESTADO DE SANTA CATARINA

MUNICÍPIO DE SÃO CARLOS

 

COMPROVANTE DE INSCRIÇÃO (Via do Candidato)

                                   PROCESSO SELETIVO 009/2019

 

 

Eu, ____________________________, cargo de __________________________, recebi a inscrição de __________________________________ referente Processo Seletivo 009/2019 em ___/___/_____

 

 

__________________________________

(carimbo e assinatura)

 

 

 

 

ANEXO III

 

 

ATRIBUIÇÕES

 

 

CARGO: MONITOR DE ARTESANATO E TEATRO

 

  • Organizar e coordenar as oficinas com materiais de artesanato, e reciclados estimulando a criatividade de crianças, adolescentes e idosos participantes do serviço de convivência e fortalecimento de vínculos; 
  •  Realizar atividades desenvolvendo as técnicas de biscuit, bordado em chinelo; bijuterias;decoupagem, reciclagem, e outros; Realizar planejamento das oficinas e desenvolver integralmente os conteúdos e atividades registrados no planejamento;
  • Fomentar a participação democrática dos aprendizes avaliando seu desempenho; participar em atividades de capacitação da equipe de trabalho responsável pela execução do serviço de convivência e fortalecimento de vínculos;
  • Participar em atividades de planejamento, sistematização e avaliação do serviço de convivência e fortalecimento de vínculos, juntamente com a equipe de trabalho.
  • Desenvolver habilidades manuais.
  • Fazer o usuário experimentar e conhecer materiais, instrumentos e procedimentos artísticos diversos nas artes visuais – desenho, pintura e escultura.
  • Construir uma relação de autoconfiança com a produção artística pessoal e conhecimento estético, respeitando a própria produção e a dos colegas, sabendo receber e elaborar críticas.
  • Produzir trabalhos envolvendo as artes visuais.
  • Expressar emoções e sentimentos através da dramatização, encenação, interpretação de peças teatrais, desenvolvendo habilidades culturais junto aos usuários. 

 

 

MONITOR DE ATIVIDADE FÍSICA

 

  • Desenvolver ações relacionadas à atividades esportivas, recreativas e de lazer, trabalhando as dificuldades de motricidade, desenvolvendo brincadeiras e brinquedos que despertem a recreação e lazer de crianças, adolescentes e idosos participantes do serviço de convivência e fortalecimento de vínculos e grupos de PAIF;
  • Aula de ginástica funcional para terceira idade (centro e interior);
  • Ensaios de dança popular e coreográfico para crianças, adolescentes e idosos participantes do serviço de convivência e fortalecimento de vínculos e grupos de PAIF;
  • Atividades lúdicas e orientações socioeducativas para as crianças, adolescentes e os idosos do SCFV, bem como para os grupos de PAIF.
  • Participação em projetos com parceria da Assistência Social;
  • Participar em atividades de planejamento, sistematização e avaliação do serviço de convivência e fortalecimento de vínculos, juntamente com a equipe de trabalho.
  • Atendimento e acompanhamento aos grupos tradicionais de idosos e demais idosos do município.

 

 

CARGO: MONITOR DE INFORMÁTICA

 

  • Preparar os usuários para interagir num mundo informatizado, trazendo novas formas de ler, de escrever e, portanto, de pensar e agir as crianças, adolescentes e idosos participantes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos-SCFV.
  • Oferecer, no contexto educacional, experiências de aprendizagem por meio da informática, em que utilizemos as potencialidades tecnológicas para torná-las importante recurso pedagógico; não simplesmente aprender informática, mas sim, com a informática, visando o desenvolvimento cognitivo, sócio-afetivo e psicomotor das crianças, adolescentes e idosos participantes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos; 
  • Participar em atividades de planejamento, sistematização e avaliação do serviço de convivência e fortalecimento de vínculos, juntamente com a equipe de trabalho.
  • Instruir os usuários no domínio dos recursos, aplicativos e das ferramentas disponíveis na informática; Planejar, desenvolver e orientar situações de ensino e aprendizagem voltadas para a qualificação dos usuários, instruindo-os nas técnicas da área de informática, orientar os usuários do SCFV, em todas as dúvidas e dificuldades;

 

 

CARGO: MONITOR DE INGLÊS

 

  • Inserir o vocabulário em inglês de forma lúdica com um contexto facilmente compreensível a crianças, adolescentes e idosos participantes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos;
    • Inserir a língua inglesa em artes, jogos, culinária e música;
    • Participação em atividades de planejamento, sistematização e avaliação do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), juntamente com a equipe de trabalho responsável pela execução do mesmo;

 

 

CARGO: MONITOR DE JUDÔ

 

  • Praticar atividades esportivas pautadas em princípios sócioeducacionais como meio de formação de indivíduos, que através de valores desenvolvidos dentro do esporte, sejam multiplicadores de não-violência e da ética na vida, além de criar um espaço de convivência esportivo social. Tendo como objetivo organizar e aplicar teorias e técnicas para repassar aos grupos de crianças, adolescentes e idosos do SCFV atendidas no CRAS;
  • Participar de reuniões, capacitações, seminários; responsabilizar–se pela conservação dos materiais e equipamentos utilizados; Estar disponível para representar o CRAS sempre que necessário;
  • Participar em atividades de planejamento, sistematização e avaliação do serviço de convivência e fortalecimento de vínculos, juntamente com a equipe de trabalho.
  • Proporcionar, através da prática do Judô, o crescimento e desenvolvimento harmônico, desenvolvimento das potencialidades psicomotoras e cognitivas, desenvolvimento da afetividade e a integração social, bem como a introdução aos fundamentos básicos da modalidade.

 

 

CARGO: MONITOR DE MÚSICA

  • Planejar, organizar, coordenar e orientar o ensino de música, para crianças, adolescentes, adultos e idosos; Planejar e ministrar aulas teóricas e práticas; Orientar, estimular e acompanhar o desenvolvimento das potencialidades artísticas e criativas; Testar e afinar instrumentos musicais; fazer arranjos, preparar repertórios e sugerir apresentações musicais; Solicitar aquisição de peças de música, instrumentos e outros elementos necessários; Organizar e controlar a frequência dos alunos; Elaborar relatório anual das atividades; Transmitir instruções quanto ao zelo, manutenção e guarda dos materiais musicais
  •  Coordenar as atividades relacionadas à Orquestra de Violões; Preparar, acompanhar e coordenar apresentações (individuais ou em grupo) das crianças, adolescentes e idosos em eventos do município, ou fora dele, em dias e horários que poderão ser diferentes daqueles em que ocorrem as aulas
  • Participar em atividades de planejamento, sistematização e avaliação do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, juntamente com a equipe de trabalho.
  • Desenvolver, no usuário, o gosto pela atividade musical, além de entenderem que ouvir música, aprender uma canção, brincar de roda, realizar brinquedos rítmicos, jogos de mão é fator importante para uma vida saudável;
  • Ensinar a cantar, fazer paródia, ensinar ritmos, gêneros e notas musicais a crianças, adolescentes e idosos do SCFV e grupos de PAIF.

 

 

CARGO: PEDAGOGO

 

  • Promover e administrar ações educativas e de mediação que envolvam direitos e deveres humanos, a justiça social e o exercício da cidadania com pessoas de qualquer classe social, gênero, idade, etnia, cultura e nacionalidade, por meio da promoção cultural, política e cívica. Atividades grupais que tenham por objetivo proporcionar oportunidades para a escuta; poderá participar de atividades relacionadas ao SCFV e CRAS/PAIF;
  • Valorização e reconhecimento do outro; produção coletiva; exercício de escolhas; tomada de decisões sobre a própria vida e do grupo; diálogo para a resolução de conflitos e divergências; reconhecimento de limites e possibilidades das situações vividas; experiências de escolha e decisão coletivas; experiências de aprendizado e ensino de igual para igual; experiências de reconhecimento e nominação de emoções nas situações vividas; experiências de reconhecimento e admiração das diferenças; entre outras.
  • Mediação dos processos grupais dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, sob orientação de profissional de referência de nível superior do CRAS; Participação em atividades de planejamento, sistematização e avaliação do SCFV, juntamente com a equipe de trabalho responsável pela execução do mesmo;
  • Alimentação de sistema de informação, sempre que for designado; Atuação como referência para os participantes e para os demais profissionais que desenvolvem atividades com os grupos do SCFV;


EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 009/2019
Publicado em 12/12/2019
Edital Processo Seletivo 009-2019 divulgação de inscrições
Publicado em 17/12/2019
HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES E ENSALAMENTO
Publicado em 19/12/2019
GABARITO
Publicado em 20/12/2019
RESULTADO PRELIMINAR
Publicado em 23/12/2019
RUDI MIGUEL SANDER, prefeito Municipal de São Carlos, SC, faz saber a quem possa interessar o RESULTADO PRELIMINAR DO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO Nº 009/2019.
Julgamento Recurso
Publicado em 27/12/2019
RESULTADO FINAL E HOMOLOGAÇÃO
Publicado em 27/12/2019